O Serviço Social é política pública, e o Assistente Social seu efetivador!

É uma profissão de caráter sócio-político, crítico e interventivo, que se utiliza de instrumental científico multidisciplinar das Ciências Humanas e Sociais para análise e intervenção nas diversas refrações da “questão social”, isto é, no conjunto de desigualdades que se originam do antagonismo entre a socialização da produção e a apropriação privada dos frutos do trabalho .Inserido nas mais diversas áreas (saúde, habitação, lazer, assistência, justiça, previdência, educação, etc) com papel de planejar, gerenciar, administrar, executar e assessorar políticas, programas e serviços sociais.



O Assistente Social efetiva sua intervenção nas relações entre os homens no cotidiano da vida social, por meio de uma ação global de cunho sócio-educativo ou socializadora e de prestação de serviços.Está capacitado, sob o ponto de vista teórico, político e técnico, a investigar, formular, gerir, executar, avaliar, e monitorar políticas sociais, programas e projetos nas áreas de saúde, educação, assistência e previdência social, empresas, habitação, etc. Realiza consultorias, assessorias, capacitação, treinamento e gerenciamento de recursos; favorece o acesso da população usuária aos direitos sociais; e trabalha em instituições públicas, privadas, em organizações não governamentais e junto aos movimentos populares.



segunda-feira, 15 de junho de 2009

Serviço Social também é CULTURA!

Nos encontramos lá...
Abraços,

por Mariana Simon - Redação SP

A Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, a segunda maior feira a céu aberto do Brasil, será realizada de 18 a 28 de junho, nas praças XV de Novembro e Carlos Gomes e na Esplanada do Theatro Pedro II. Estão programados mais de 600 eventos gratuitos, abrangendo literatura e manifestações artísticas. Os visitantes poderão conferir também os stands de 48 expositores, que levarão à Feira uma infinidade de livros com preços promocionais.
Já estão confirmados mais de 100 escritores da literatura nacional e internacional que participarão de palestras e debates. São nomes como Augusto Cury, Carlos Heitor Cony, Cristovão Tezza, Fernando Morais, Márcia Tiburi, Marcelo Rubens Paiva, Mário Prata, Marçal Aquino, Moacyr Scliar, Pedro Bandeira, Ricardo Kotscho, Rubens Ewald Filho, entre tantos outros.
O evento terá mais de 60 apresentações musicais, entre corais, shows com grandes nomes da MPB e apresentação da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. O público poderá acompanhar também shows dos chilenos Tita Parra e Antar Parra e dos brasileiros Adriana Calcanhotto, João Bosco, José Miguel Wisnik, Jorge Vercillo, Lenine, Luiz Melodia, Maria Rita, Oswaldo Montenegro, Paula Toller, Paulinho da Viola, Toquinho, MPB4 e Vanessa da Mata.

+++ Participação efetiva: V Encontro do Grupo de Apoio e Incentivo à Adoção de Ribeirão Preto "Crescendo em Família"


À ADOÇÃO possui a matemática do amor: (%)Dividimos o amor e o carinho com uma criança/adolescente, (+) Somando o sentimento de felicidade de todos e (X) Multiplicaremos tudo isso na sociedade. ( José Geraldo, jornalista)

O evento aconteceu no dia 30 de maio de 2009, das 13:30 às 19:00 na Unidade II da Faculdades COC -Ribeirão Preto, contando do a participação de estudantes e diversos profissionais que atuam na área da adoção. Divido em dois blocos, o Encontro abordou os seguintes temas:
"Planejando e Vivendo a Adoção"
1- Porque o crescendo em família existe: A.S. Márcia Inês V. Pecego Peruchi - Pres. do "Crescendo em Família".
2- Decidindo ter um filho: Delicada Escolha - A.S. Judiciária Genecy Duarte e Psicóloga Judiciária Profa. Dra. Solange Aparecida Serrano.
3- Programa de Acompanhamento ao Pré e Pós Adoção: Psicólogas Lilian de Almeida Guimarães Sólon e Profa. Dra. regina Cláudia Mingorance.
" Construindo uma nova cultura de acolhimento"
1- Como a família e a escola podem se unir para a construção de uma nova cultura de adoção - Pedagoga Mestranda Leticia Fonseca Reis de Ferreira de Castro.
2- Projeto de Apadrinhameto Solidário - A.S. Aline Barbosa Dias Ribeiro e Psicóloga Andréia de Paula Cunha.



O GRUPO DE APOIO E INCENTIVO À ADOÇÃO CRESCENDO EM FAMÍLIA, nasceu da iniciativa de vários pais adotivos que, após receberem seus filhos em adoção, preocupavam-se com aquelas crianças que não conseguiram uma família e ficavam no abrigo à espera de alguém que as recebessem em adoção. A participação desses pais no ENAPA (Encontro Nacionl dos Grupos de Apoio à Adoção), juntamente com alguns profissionais da área de psicologia e serviço social, foi decisiva para que a idéia de se criar um Grupo de Apoio à Adoção pudesse ser concretizada.
O CRESCENDO EM FAMÍLIA tem sua sede na Rua Gonçalves Dias,906- Vila Tibério - Cep 14050-380. Ribeirão Preto - Fone 3019.2084.
Abraços,
Josiane Gomes.

Serviço Sentinela

Célia Moura, Joana D´arc, Josiane Gomes, Eloísa Padilha, Samira Sanches e Márcia Okano.

Serviço de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual Infanto Juvenil através do Programa Turismo Sustentável e Infância.
No dia 20 de maio, a Secretaria Municipal de Assistência Social reuniu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, das 13h30 às 17h, técnicos das áreas de saúde, educação, assistência social, esportes, e cultura para o Encontro Temático: “Prostituição infanto-juvenil: a construção de um lugar na vida”. O tema foi pauta da palestra da Profª Ana Maria Ricci Molina”, mestra em psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP de Ribeirão Preto.
O dia 18 de maio foi instituído pela Lei Federal nº 9.970/2000 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Essa data foi escolhida para ser um marco na luta contra a violência sexual contra crianças e adolescentes em razão de um crime que ocorreu em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória/ES e que comoveu toda a nação brasileira, conhecido como o “Caso Aracelli”. Aracelli era uma menina de apenas oito anos de idade que foi seqüestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada, numa orgia de drogas e sexo. Seu corpo só foi encontrado seis dias depois, desfigurado por ácido. Os agressores de Aracelli nunca foram punidos.

TRABALHO PREVENTIVO - Oficinas

Abraços,
Josiane Gomes.

Participação Efetiva - Seminário " interpretando o Estatuto da Criança e Adolescente" - Dr. Edson e Ed Sêda.


Da esquerda para a direita: Eloísa Padilha, Dr. Edson Sêda, Vereadora Gláucia Berenice, Delvita Pereira (Pres. Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ribeirão Preto), Josiane Gomes e Célia Moura.


Alunos do Curso de Serviço Social-Pólo Lafaiete ,participaram no dia 07 de maio de 2009 na cidade de Ribeirão Preto do seminário “Interpretando o Estatuto da Criança e do Adolescente”, sendo ministrado pelo Dr. Edson Seda (consultor jurídico, Educador, Membro da comissão redatora do Estatuto da Criança e do Adolescente e Consultor da UNICEF na América Latina) e Ed Sêda (Antropólogo), sendo este promovido e organizado pelo Conselho Tutelar de Ribeirão Preto e pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente da cidade.
Em suas palavras, a Vereadora Gláucia Berenice (também Assistente Social), enfatizou o pouco avanço, pouca mudança na realidade de Ribeirão Preto, que hoje, sofre cronicamente da falta de políticas públicas, destacando que é preciso olhar para si e para as Instituições, e desta forma efetivar as mudanças necessárias.

O objetivo do seminário foi ressaltar sobre a importância da reciclagem nos atendimentos do Conselho Tutelar, das verdadeiras atribuições deste órgão e a diferença das leis que regem as funções do Conselho Tutelar (lei nº 8069/90) e da Assistência Social (lei nº 8662/93).


" A Assistência Social é Política Pública. É preciso que os Assistentes Sociais defendam-se como profissionais, e não permitam de forma alguma que sua função seja usurpada por outros. Honra e glória para estes profissionais para que possam colocar as coisas em seus devidos lugares" .
Dr. Edson Sêda
Abraços,
Josiane Gomes.