O Serviço Social é política pública, e o Assistente Social seu efetivador!

É uma profissão de caráter sócio-político, crítico e interventivo, que se utiliza de instrumental científico multidisciplinar das Ciências Humanas e Sociais para análise e intervenção nas diversas refrações da “questão social”, isto é, no conjunto de desigualdades que se originam do antagonismo entre a socialização da produção e a apropriação privada dos frutos do trabalho .Inserido nas mais diversas áreas (saúde, habitação, lazer, assistência, justiça, previdência, educação, etc) com papel de planejar, gerenciar, administrar, executar e assessorar políticas, programas e serviços sociais.



O Assistente Social efetiva sua intervenção nas relações entre os homens no cotidiano da vida social, por meio de uma ação global de cunho sócio-educativo ou socializadora e de prestação de serviços.Está capacitado, sob o ponto de vista teórico, político e técnico, a investigar, formular, gerir, executar, avaliar, e monitorar políticas sociais, programas e projetos nas áreas de saúde, educação, assistência e previdência social, empresas, habitação, etc. Realiza consultorias, assessorias, capacitação, treinamento e gerenciamento de recursos; favorece o acesso da população usuária aos direitos sociais; e trabalha em instituições públicas, privadas, em organizações não governamentais e junto aos movimentos populares.



segunda-feira, 24 de maio de 2010

Psicologia SOCIAL e Serviço SOCIAL, qual a relação?




O Serviço Social e a Psicologia Social possuem uma relação interdisciplinar, pois dividem seu objeto de estudo com várias áreas do saber, sendo ele, a interação do indivíduo na sociedade. Percebemos, portanto, uma distância considerável entre as duas, porque enquanto a Psicologia destaca o aspecto individual, o Serviço Social se atém à esfera social.

A Psicologia Social com um conceitual mais antigo tem seu desenvolvimento comprometido com os objetivos da sociedade norte-americana do pós-guerra, voltados às fórmulas de ajustamento e adequação de comportamentos individuais ao contexto social, com Kurt Lewin (1890/1947), considerado por muitos o fundador da psicologia social.

Sua metodologia visa organizar e nomear os processos observáveis dos encontros sociais, possuindo pouca noção do SOCIAL, uma vez que lança seu olhar para a interação pessoal:

*Encontros - interação pessoa/pessoa, interação pessoa/grupos sociais, interação grupo/grupo.

*Relações Sociais - influências, conflitos, hierarquias, poder, família (história e cultura).

*Fatores Psicológicos da Vida Social – sistemas motivacionais, status social, liderança, estereótipos, alienação, valores éticos.

* Fatores Sociais da Psicologia Humana – processo de socialização, atitudes, mudanças, motivações, opiniões, ideologia, moral, preconceito, papéis sociais, gênero de vida.

Atualmente desenvolve-se uma Nova Psicologia Social, mais crítica em relação à realidade social e à contribuição da ciência para a transformação da sociedade.

Devemos ter em mente que a PSICOLOGIA SOCIAL pertence a uma área de conhecimento da Psicologia, que procura aprofundar o conhecimento da natureza social do fenômeno psíquico, ou seja, a subjetividade humana – buscando compreender como se dá a construção do mundo interno a partir das relações sociais vividas pelo indivíduo. Nela o mundo objetivo é um fator constitutivo no processo de desenvolvimento da subjetividade.

Sendo assim, o comportamento deixa de ser o objeto de estudo, tornando-se uma das expressões do mundo psíquico, fonte de dados importantes para a compreensão da subjetividade. Com esta nova conceituação da psicologia social o indivíduo é um SER SOCIAL POR NATUREZA, pois aprende a SER nas relações com os outros indivíduos partir do momento em que se apropria da realidade criada pelas gerações anteriores.

Ao considerarmos a questão social em suas múltiplas expressões como objeto de estudo do SERVIÇO SOCIAL, esta corrente da psicologia contribui e muito com a construção do conhecimento teórico- empírico, uma vez que os Assistentes Sociais intervem com os sujeitos sociais nas mais diversas situações do cotidiano.

Abraços,

Josiane Gomes.